Os sete erros mais comuns na utilização do ar condicionado

21 Jun 2022 | Notícias

Com as temperaturas mais elevadas é mais provável a utilização do ar condicionado, mas é essencial adotar alguns cuidados na sua utilização para evitar ter de pagar uma fatura (bem) mais “pesada”.

 

Neste sentido, a Selectra, plataforma de comparação de preços de energia e telecomunicações, destaca os sete erros mais comuns na utilização do ar condicionado. Tome nota:
  1. Escolher temperaturas muito baixas – “A primeira coisa que faz quando chega a casa é ligar o ar condicionado na temperatura mínima? Então evite fazê-lo novamente porque, por mais que isso seja uma ideia aliciante, significa também um maior esforço do motor para atingir a temperatura escolhida e por isso, um maior consumo energético”;
  2. Não fazer a limpeza regular dos filtros – “Sabia que a falta de limpeza dos filtros pode estar a refletir-se nas suas faturas? Sim, isso mesmo! Um filtro sujo prejudica a qualidade de ventilação e por sua vez, a eficiência do equipamento”;
  3. Falta de manutenção anual do ar condicionado – “Nunca chamou um técnico para inspecionar o estado do seu ar condicionado? Então talvez esteja na altura de o fazer, uma vez que uma manutenção preventiva do aparelho, evita possíveis avarias e confirma se, de facto, está a funcionar a 100%”;
  4. Desvalorizar a importância do termóstato – “Ao atuar por compartimentos, o termóstato permite controlar a temperatura a que quer que esteja cada um deles e evitar assim o desperdício de energia”;
  5. Não utilizar a ventoinha – “O funcionamento simultâneo do ar condicionado e da ventoinha pode ser bastante eficaz, especialmente em áreas de maior dimensão, uma vez que vai contribuir para atingir a temperatura desejada mais rapidamente e assim, diminuir o consumo energético do primeiro aparelho”;
  6. Utilizar o forno ou secador em dias de muito calor – “Pode parecer um gesto inofensivo, mas acredite que pode fazer a diferença na sua fatura no final do mês, já que a utilização deste tipo de aparelhos resulta numa circulação de ar quente e acaba por requerer mais esforço por parte do ar condicionado para contrabalançar as temperaturas”.
  7. Não prestar atenção às saídas de ar da casa – “Para manter a temperatura constante dentro de um espaço é necessário que não ocorra entrada ou saída de ar. Neste sentido, certifique-se que tem todas as janelas fechadas e se não existem aberturas que estejam a condicionar o bom funcionamento energético do ar condicionado”.

 

Ver notícia original
Como deseja contatar-nos?
Email