Da sala à cozinha, como escolher a iluminação ‘certa’ para cada divisão

22 Abr 2022 | Notícias

Ter um bom sistema de iluminação em casa é essencial para transmitir as sensações corretas em cada ambiente, proporcionando conforto e clareza para garantir a saúde dos seus olhos, além de também ser uma forma de valorizar o imóvel e torná-lo mais acolhedor, por exemplo. No entanto, o tipo de iluminação vai variar consoante a divisão da casa. Saiba que luzes que devem constar em cada tipo de espaço, bem como a sua disposição.

 

Cozinha

Nesta divisão o mais importante é apostar numa iluminação geral no centro da divisão, capaz de aclarar todos os cantos da cozinha. Nesse sentido, poderá também acrescentar pequenos feixes de luz por cima do fogão, do lava louças ou de algum específico onde trabalhe com regularidade.

Sala de estar

A sala de estar pede um tipo de iluminação suave, não concorda? No entanto, este deve contemplar toda a divisão. É importante posicionar luzes de destaque em certos ponto chave, não só para criar mais luz, mas para também tornar o seu uso mais eficiente.

Saliente-se que não deve colocar pontos de luz por cima de sofás, poltronas, pufes ou quaisquer outros locais de descanso.

Casa de banho

Já na casa de banho poderá apostar em dois tipos de iluminação, uma geral e uma de tarefa, situada no espelho. Também poderá utilizar uma luz difusa ou indireta próxima do espelho, para que assim o seu rosto fique iluminado de forma uniforme e sem sobras.

Quarto

No quarto, opte por investir num sistema que lhe permita desligar tanto a luz geral como as luzes da mesa de cabeceira, a partir da cama. Mas não se esqueça que a luz deve ser suave, não devendo ser projetada diretamente na cabeceira da cama.

Sala de jantar

Por fim, na sala de jantar, o ideal será optar por candeeiros suspensos, para que dessa forma consiga criar um sistema de iluminação de tarefa sobre a sua zona de refeições.

 

Ver notícia original
Como deseja contatar-nos?
Email